ATENDIMENTO ÀS VÍTIMAS E SOBREVIVENTES DA TRAGÉDIA KISS: POTENCIALIDADES E FRAGILIDADES DA REDE DE SAÚDE

Dione dos Santos Camaran, Denise Marcuzzo1, Janaina Cervo Pilecco, Adriana Dall'Asta, Juliana Colomé, Dirce Stein Backes

Resumo


Objetivo: analisar depoimentos de profissionais da saúde e autoridades públicas, publicados em jornais de circulação regional e estadual, para conhecer potencialidades e fragilidades vivenciadas por ocasião da tragédia Kiss. Metodologia: estudo documental, retrospectivo, qualitativo, realizado a partir de 52 depoimentos de profissionais da saúde e de três autoridades públicas, publicados nos jornais: A Razão, Diário de Santa Maria e Zero Hora, na versão online. Resultados: após análise dos depoimentos, foram criadas duas unidades de análise: potencialidades e fragilidades vivenciadas na rede de saúde, destacadas pelos atores envolvidos na rede. Conclusão: articulação entre os profissionais e serviços da rede de Saúde, agilidade na captação de recursos humanos e materiais, centralização de materiais e medicamentos, qualidade da assistência prestada pelos profissionais, bem como o apoio solidário de grupos de voluntários foram fundamentais para a minimização da dor e do trabalho exaustivo dos profissionais que atuaram no socorro às vítimas da tragédia Kiss.

Descritores: Tratamento de Emergência, Intoxicação por Monóxido de Carbono, Incêndios Urbanos, Profissionais de Saúde.

THE HEALTH SUPPORT FOR VICTIMS AND SURVIVORS OF THE KISS TRAGEDY: POTENTIALITIES AND THE FRAGILITIES OF THE HEALTH NETWORK

Objective: to analyze the testimonies of health professionals and public authorities’, which were published in regional and state newspapers, in order to know the potentialities and the fragilities that were experienced by the occasion of the Kiss tragedy. Methodology: A documental study, retrospective, of qualitative character, conducted from 52 testimonies of health professionals, and three public authorities, that were published in regional and state newspaper, A Razão, Diário de Santa Maria and Zero Hora journals, respectively, an online version. Results: After the analysis of the testimonies, two units of analysis were created. Conclusion: The articulation between professionals and the health network service, centralization of the materials and medicines, quality of the assistance provided by the health team, as well as the solidary support of the volunteer groups, which were fundamental to minimize the pain and the exhausting work of the professionals who worked in the rescue of the victims of the tragedy.

Descriptors: Emergency Treatment, Carbon Monoxide Poisoning, Urban Fires, Health Professionals.

ATENCIÓN A LAS VÍCTIMAS Y SOBREVIVIENTES DE LA TRAGEDIA KISS: FORTALEZAS Y DEBILIDADES DE LA RED DE SALUD

Objetivo: analizar testimonios de profesionales de la salud y las autoridades públicas, publicados en periódicos de circulación regional y estatal, para señalar los puntos fuertes y débiles experimentadas durante la tragédia Kiss. Método: Se trata de un documental, retrospectivo, cualitativa, realizada entre el 52 testimonios de profesionales de la salud y tres autoridades públicas, publicados en los periódicos: La Razón, Diario de Santa María y en Zero Hora versión en línea. Resultados: Después de la recopilación y análisis de los estados seleccionados, se le dieron dos unidades de análisis. Conclusión: Se concluye que la relación entre los profesionales de la salud y servicios de red, la agilidad en la captura de los recursos humanos y materiales, la centralización de los suministros y medicamentos, la calidad de la atención prestada por el personal de salud, y el apoyo y la solidaridad grupos de voluntarios fueron fundamentales para minimizar el dolor y exhaustivo trabajo de los profesionales que han trabajado para ayudar a las víctimas de la tragedia Kiss.

Descriptores: Tratamento de Emergencia, Intoxicación Monóxido de Carbono, Profesionales de la Saúde.

Texto completo:

PDF

Referências


Jacobi Pedro Roberto, Cibim Juliana. The necessary understanding of the enhanced consequences of a disaster. Ambient. soc. [Internet]. 2015 Dez [citado 2017 Mar 21]; 18(4). Disponível em: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1414-753X2015000400001&lng=pt. http://dx.doi.org/10.1590/1809-4422ASOCeditorialV1842015.

Ferreira ABH. Dicionário da língua portuguesa. 5. ed. Curitiba: Positivo; 2010.

Camargo Z. Fantástico relembra piores tragédias por incêndios no Brasil. [Internet]. 2013 [acesso em 2015 jun 08]. Disponível em: http://g1.globo.com/fantastico/noticia/2013/01/fantastico-relembrapiores-tragedias-por-incendios-no-brasil.html.

Bassi E, Miranda LC, Tierno PFGMM, Ferreira CB, Cadamuro FM, Figueiredo VR, Damasceno MCT, Malbouisson LMS. Assistance of inhalation injury victims caused by fire in confined spaces: what we learned from the tragedy at Santa Maria. Rev Bras Ter Intensiva. 2014; 26(4):421-429.

Roratto G, Baffa A. Tragédia em boate no RS: o que já se sabe e as perguntas a responder. [Internet]. 2013 [acesso em 2015 jun 08]. Disponível em: http://g1.globo.com/rs/rio-grande-do-sul/noticia/2013/01/tragedia-em-santa-maria-o-que-ja-se-sabee-perguntas-responder.html e http://g1.globo.com/mundo/noticia/2013/01/relembre-outros-incendios-que-causaramtragedias-em-boates.html.

Fachini PG. A tragédia de Santa Maria. Estudos de Psicanálise. [Internet]. 2014 [acesso em 2017 mar 20]. Disponível em: http://pepsic.bvsalud.org/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0100-34372014000100014&lng=pt&tlng=pt.

Falk MLR, Gonçalves AVF, Santos DS, Oliveira FJAQ, Fagundes LB, Ramos MZ, Sikilero RHAS. Depoimentos de profissionais de saúde sobre sua vivência em situação de tragédia: sob o olhar da Política Nacional de Humanização (PNH). Interface Comunicação Saúde Educação. 2014; 18 (Supl 1):1119-24.

Pereira MG. A seção de método de um artigo científico. Epidemiol. Serv. Saúde [Internet]. 2013 Mar [citado 2017 Mar 21]; 22(1): 183-184. Disponível em: http://scielo.iec.pa.gov.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1679-49742013000100020&lng=pt. http://dx.doi.org/10.5123/S1679-49742013000100020.

Augusto AC, Souza JP, Dellagnelo EHL, Cario SAF. Pesquisa Qualitativa: rigor metodológico no tratamento da teoria dos custos de transação em artigos apresentados nos congressos da Sober (2007-2011). Rev de Economia e Sociologia Rural, 2013; 51(4):745-6.

Taquette SR, Minayo MCS, Rodrigues AO. The perceptions of medical researchers on qualitative methodologies. Cad. Saúde Pública, 2015; 31(4):1-11.

Sá-Silva JR, Almeida CD, Guindani JF. Pesquisa documental: pistas teóricas e metodológicas. Revista Brasileira de História & Ciências Sociais. 2009; v.1, n.1, p.1-15.

Motta BFB, Perucchi J, Filgueiras MST. O acolhimento em Saúde no Brasil: uma revisão sistemática de literatura sobre o tema. Rev. SBPH [Internet]. 2014 Jun [citado 2017 Mar 21]; 17(1):121-139.Disponível em: http://pepsic.bvsalud.org/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1516-08582014000100008&lng=pt.

Martins CP, Luzio CA. Experimentações no apoio a partir das apostas da Política Nacional de Humanização-HumanizaSUS. Interface-Comunicação, Saúde, Educação. 2014; 18(2014): 1099-106.

Gomes D, Ramos FRS. Solidariedade, aliança e comprometimento do profissional da saúde nas práticas do Sistema Único de Saúde (SUS): um debate bioético. Interface (Botucatu) [Internet]. 2015 Mar [cited 2017 Mar 25]; 19(52): 9-20. Available from: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1414-32832015000100009&lng=en. http://dx.doi.org/10.1590/1807-57622014.0412. Silva PL, Paiva L, Faria VB, Ohl RIB, Chavaglia SRR. Triage in an adult emergency service: patient satisfaction. Rev Esc Enferm USP. 2016; 50(3):427-432. DOI: http://dx.doi.org/10.1590/S0080-623420160000400008.

Hamel K, Backes DS, Giovanella L, Büscher A. Familiengesundheitsstrategie in Brasilien: Profilierung der Pflege in der Primärversorgung. Pflege und Gesellschaft, v. 21, p. 35-50, 2017.

Charão A. Medicina solidária, altruísta, dos voluntários MSF. [Internet]. 2014 [acesso em 2017 mar 20]. Disponível em: http://www.cremesp.org.br/?siteAcao=Jornal&id=831

Amestoy SC, Backes VMS, Thofehrn MB, Martini JG, Meirelles BHS, Trindade LL. Gerenciamento de conflitos: desafios vivenciados pelos enfermeiros-líderes no ambiente hospitalar. Rev Gaúcha Enferm. 2014; 35(2):79-85.




DOI: https://doi.org/10.21675/2357-707X.2017.v8.n2.1226

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

Eletrônico ISSN: 2357-707X

Impresso ISSN: 2177-4285

Licença Creative Commons
Este trabalho está licenciado com uma Licença Creative Commons - Atribuição 4.0 Internacional.